10 invenções de laboratório para o futuro

Nem imaginamos, mas tem cada cientista com pesquisa maluca por aí! E o pior é que muitas começam sendo somente conceitos, mas um dia viram produtos de verdade! Iremos apresentar agora 10 invenções do futuro, confiram clicando no LEIA MAIS >>

1: Lentes de contato que realçam a realidade

Então você quer ler os e-mails enquanto caminha tranquilamente com as mãos no bolso? Ou ser guiado pelo caminho mais fácil até o seu destino? Enquanto estas idéias não podem estar prontas para o público em geral, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Washington, liderado pelo professor Babak Parviz, estão trabalhando para criar as primeiras lentes de contato que realçam a realidade. As dificuldades à princípio parecem ser a construção de contatos que são flexíveis o suficiente para usar, e ainda funcionais.

O acessório (ainda um protótipo) permitirá, por exemplo, que jogadores sejam inseridos no universo virtual dos games sem se preocuparem com limitações de espaço -- eles não ficarão presos em frente à tela para jogar, por exemplo. Além disso, o campo de visão do usuário poderá exibir informações, como o limite de velocidade quando ele está à direção. Outra possibilidade é a navegação na internet, com acesso a páginas visíveis somente ao usuário das lentes de contato.

2: A cozinha do futuro

  A "Cozinha Viva", pelo designer Michael Harboun ainda é apenas um conceito, mas é muito atraente e está preparada para ser a "cozinha do futuro" eventual. A idéia geral é a de imaginar um mundo onde os objetos teriam capacidades numéricas e ser capaz de mudar de forma conforme a necessidade, da mesma forma que você pode mudar os aplicativos em um smartphone. O usuário seria capaz de decidir sobre a função dos objetos de acordo com seus desejos ou necessidades no momento.

3: Inspirado no olho humano

Este protótipo - uma pequena câmera (21 mm de diâmetro) chamou de "Eyeball" - vem de uma equipe de pesquisadores da Universidade Northwestern, em Illinois. É uma câmera curvilínea, pois sua lente é formada por linhas curvas como as de um olho humano. O globo ocular tem um grau muito elevado de precisão, e inclui um zoom 3.5x. Aplicações seu princípio pode variar a partir de imagens endoscópicas e robótica para eletrônicos de consumo e sistemas de vigilância noturna.

4: Pulmão em um chip

 Publicado na revista Science, há alguns meses, a pesquisa que está sendo conduzida pelo Dr. Donald Ingber, do Instituto de Engenharia Wyss inspirado na Biologia, em Harvard, antecipa possíveis mudanças futuras no campo de testes farmacêuticos. Esta equipe de pesquisadores tem sido essencialmente capaz de criar um chip que integra as células humanas que reproduzem a função de base de um pulmão direito até o ponto de respirar. O aparelho, do tamanho de uma borracha escolar, atua como um pulmão em um corpo humano e é feita através de pulmão humano e células do vaso sanguíneo.

A cada respiração humana, o ar entra nos pulmões, enche os sacos de ar microscópicas chamadas alvéolos e transfere oxigênio através de uma membrana fina, flexível e permeável das células do pulmão para a corrente sanguínea. Além do mais, essa interface sangue-pulmão reconhece invasores, como bactérias ou toxinas inaladas e ativa uma resposta imune.

5: Teste de visão por Smartphone

EyeNetra é o resultado da convergência de uma multiplicidade de tecnologias testadas e relativamente não-invasivas que em breve estará a serviço dos países em desenvolvimento. Desenvolvido e criado pelo MIT, o sistema permite que você faça testes de visão simples, sem qualquer tipo de infra-estrutura médica específica. Tudo o que você precisa é um adaptador ocular, um Smartphone, e software que, uma vez que os testes foram realizados, permite a transferência de informações para um centro médico para análise e diagnóstico.

No programa usado com o equipamento, o usuário vê duas linhas: uma vermelha e uma verde. No atual protótipo, elas são projetadas em diferentes ângulos e a tarefa do paciente é movê-las, com os botões do smartphone, até que se sobreponham. Se o usuário possuir uma visão perfeita, as linhas já estarão sobrepostas e ele não precisará fazer nada. Em casos de miopia, astigmatismo ou hipermetropia, elas estarão separadas – e cabe ao software identificar o problema e quantos graus o óculos terá.

6: Copia e cola do futuro

O projeto Sparsh do MIT é mais ou menos a transferência de informação de um equipamento ou outro periférico tecnológico para outro através do corpo humano. A imaginação dos responsáveis ​​do projeto parece ser sem limites - que veio acima com uma maneira de copiar um endereço de e-mail de uma mensagem, simplesmente tocando a mensagem com o dedo, em seguida, colando-o, novamente com um dedo, em um espaço designado. Você pode fazer a mesma coisa com um número de telefone encontrado em um diretório e transferí-lo para outro dispositivo.

7: Circuitos eletrônicos com uma caneta

Uma equipe de engenheiros da Universidade de Illinois (Urbana-Champaign), dirigido pelo Professor Jennifer Lewis, acaba de desenvolver uma caneta esferográfica simples contendo uma tinta à base de partículas de prata, permitindo a gaveta para criar um circuito impresso em muitos tipos de superfícies, incluindo papel.

Obviamente, não faz muito sentido desenhar a placa de circuito impresso de um computador à mão, se há programas e equipamentos para fazer isso automaticamente. Mas, em tempos de computação ubíqua - computadores por toda parte - e roupas inteligentes, será comum querer colocar um LED ou uma célula solar em um ponto específico da casa, da roupa e até de um quadro. E isto é algo que poderá ser feito muito mais rapidamente e com custo baixíssimo se estiver à mão uma caneta capaz de "desenhar" as conexões elétricas para os componentes eletrônicos ou fazer as antenas para sensores e equipamentos sem fios.

8: E-camuflagem

Se o conceito de camuflagem e ainda é estranho para você, você deve saber que a BAE Systems, a gigante empresa de defesa / aeroespacial britânica, os projetos que irão equipar os tanques de assalto do exército britânico com um certo tipo de revestimento que lhes permitam tornar-se quasi -invisível, até 2015. Esta tecnologia pode estar operacional em 3 a 5 anos, e consiste em filmar o ambiente imediato em torno do veículo com o auxílio de uma câmera montada, e depois transmitir as imagens capturadas em uma espécie de tinta eletrônica que cobre o veículo. A atualização constante das imagens transmitidas permite o veículo se misturar com o fundo.

9: Telefone touch-screen imaginário

A idéia básica por trás deste projeto é divertido, e as primeiras tentativas são simplesmente fascinantes. Telefone imaginário é um projeto de pesquisa dirigido por uma equipe do Plattnet Hasso Institut na Alemanha. É "simplesmente" uma maneira de controlar e usar seu smartphone com apenas o dedo e palma da sua mão ... e sem ter que manipular fisicamente o telefone para isso. Todas as operações atuais podem ser usadas: menu de desbloqueio, navegação, enviar e receber chamadas, verificando correios de voz, etc. É possível através de uma câmera mini-portátil que capta os movimentos do seu dedo no espaço e, em seguida, transmite os movimentos para o telefone que então é capaz de interpretá-los.
Clique aqui e veja um vídeo demonstrativo

10: Cockpit transparente

 "Cockpit Transparente" é um projeto que está sendo realizado por uma equipe de pesquisa no Laboratório Tachi, em Yokohama, no Japão, que gira em torno de um "sistema de auxílio visual para o carro usando tecnologia de retro-refletores de projeção." Esses pesquisadores queriam solucionar o problema perpétuo de "pontos cegos" que limitam a capacidade de um condutor para ver a estrada na sua totalidade. Eles criaram um cockpit que permite ao condutor ver tudo o que existe e tudo o que acontece por trás das partes opacas do carro, tornando assim as portas, teto e chão praticamente transparentes.

Sobre o Autor:
Mexa o mouse de novoAleciano Júnior é um dos colunistas do blog Electronware e escreve sobre Redes e Sistemas de comunicação, Hardware e Computação no mundo atual. Gosta de ajudar os bits a trafegarem e sonha com a Computação Invisível. Música é vida.

Um comentário:

  1. As lentes da realidade e o chip pulmão são os pontos mais interessantes da relação.


    E eu juro que ja havia pensado numa solução para a invisibilidade baseada na mesma idéia que o tanque inglês.




    Mas a informação mais relevante (ou não) do meu comentário é apenas uma conclusão: não haverá crise econômica que tire os EUA do topo do mundo.

    ResponderExcluir